SHOW DO SLAYER

(mais tralha do antigo blog, que pretendo aos poucos publicar tudo por aqui)

Ontem, enquanto o Rio de Janeiro se afogava debaixo de uma fria chuva, na Fundição Progresso estava quente feito o inferno, afinal de contas era um pouco perto disso que nós estávamos quando o SLAYER subiu ao palco. Eu, Rato, Ricardo, Darlan e a porra do Madruga que estava mais perdido que cego em tiroteio chegamos perto do Cão e tomamos uma cerveja com ele. Kerry King nervoso como nunca, Tom Araya reverberava coisa que não ouviámos a muito tempo. Dave Lombardo destruía na bateria e Jeff Hanneman completava o caldeirão do cramulhão. O som estava muito baixo, mas nem por isto deixamos de tomar choque no balcão para pegar cerveja, nem perdemos Zippos e tão pouco ficamos sóbrios.
A noite termina no Sinuca da Lapa, mas isso eu conto depois, afinal não é todo dia que a gente consegue jogar oito bolas brancas para fora da mesa na mesma noite. Aliás, estou semi surdo. Deve ter sido o cão que botou para nós beber…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s