LOS TRES AMIGOS

Hoje temos três aniversariantes muito distintos, amigos de épocas e lugares diferentes da minha vida. Nem por isso a amizade destes diminuiu ao longo do tempo, bem como o contato que se não é constante se esforça o suficiente para saber pelo menos por onde andas e porque está a tanto tempo distante.

Anderson
veio no mesmo pacote que as minhas meninas, era amigo da amiga que namorava amiga e por aí vai. Muitas cervejas a mais e conversa de menos ficamos cúmplices de esbórnias na turma de dar gosto. Falando em gosto os nossos são até bem parecidos. Rock, cerveja, mulher… não sei, eu devo ser um homem muito comum para ter tanta afinidade assim com estas pessoas. Andsu, como costumamos chamar, é pai do Lucas, um garoto incrível que deu para sair vestido de super homem a semana inteira – quem sou eu para falar, já fiquei semanas vestido de homem aranha e chorava cada vez que a minha mãe ia lavar o uniforme. Tinha medo de que nunca mais eu pudesse escalar paredes sem revelar minha identidade secreta.

Flávio
, meu ex-vizinho lá na Cidade do Aço. O homem, a lenda e um exemplo a ser seguido. Intrépido como ele só, partiu para as destiladas porque cerveja era um porre fraco demais para suas farras. Costumávamos cair na estrada para as cidades do interior barbarizando as menininhas e toda comunidade adventista. Pelego era um verdadeiro para-chóque de pernilongo, forte como um grilo, não arregava para ninguém. Era um dos primeiros a correr, mas nunca perdeu uma briga, desde que não fosse com ele. Ria sem parar dos dentes dos outros voando. Aprendi a me divertir muito com este cara. Parabéns para você também.

Finalmente
Gustavo, o menino que pediu ano passado virar desenho animado, mas tudo que conseguiu foi uma revista Recreio. Apesar de exaustivas sessões de Cartoon Network, o Zeca Pacotinho, como costumávamos chamar, não virou nem um gato que se quebra o tempo todo nem um ratinho esperto que vive dando volta em todo mundo. Engraçado como somos parecidos, ele gosta de mutantes e Ramones, algo singular para alguém da idade dele. Nem imagino onde ele aprendeu isso, mas outro dia ele voltou da escola com bilhete da professora perguntando “o que é Matanza? e que história é essa de cantarolar que todos estão bêbados? clube do canalhas?” e por aí vai. Eu nunca dei muita atenção para estas repreensões escolares, isto só reprime a imaginação das crianças.

Feliz aniversário para todos eles, três dos grandes amigos que eu fiz nesta vida, e vou guardar para sempre boas lembranças, estejamos todos bêbados ou apenas felizes de mais um dia por aqui. Parabéns!

Anúncios

3 pensamentos sobre “LOS TRES AMIGOS

  1. Guto,

    Meu amigo de muitas baladas, valeu pela lembrança. E adorei a música de fundo. Saudades destas farras! Abçs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s