SUSPENSA: LIBERA ESTA MIXARIA

Diariamente operários, pedreiros, açogueiros, padeiros e toda sorte de profissional do sexo masculino é bombardeado por uma saraivada de informações visuais e auditivas. A leitura é um hábito óbvio, uma vez que a barrigada matinal compreende o jornal de ontem, uma revista de mulher pelada, quadrinhos e até um livro. De fato, o bordão que uma imagem vale mais do que mil palavras é verdadeiro, pois veja o impacto que um par de nádegas é capaz de produzir. Isso sem falar nos decotes, a todo tempo tentando os culhões de qualquer um em todo lugar. Peitos no trabalho, elevador, boate, banca de jornal, pra todo lado.

E quem vai nos julgar por perder o olhar, quase quebrar o pescoço e chamar alguém de gostosa? A educação, é claro, e um pouco de amor aos dentes, principalmente se a mocinha estiver acompanhada de alguém maior do que você. O fato é que, embora todos os impulsos primatas nos impulsionem a dominar a fêmea naquele instante, o pudor, medo, ou seja lá o que for, ainda segura nosso pinto nas calças. Primeiro que o peão teme não ser correspondido e segundo que existem autoridades ainda zelando pela moral e bons costumes. Eis que a justiça com as próprias mãos cumpre seu papel. Sim, amigos, a boa e velha punheta. Quem nunca tocou uma que levante a mão, sem largar a outra do membro, é claro.

Se existe algo melhor que mulher ainda não foi descoberto e se alguém aqui do sexo masculino não gosta disso, só podemos lamentar. Antes de mais nada, não vamos discriminar quem tem lá outra opinião, mesmo porque opinião é igual bunda, e bunda, bem, bunda é muito bom, disso ninguém discorda, pena de quem nunca experimentou uma ou fica regulando porque por trás mamãe falou que é pecado.

Embora exista toda uma superexposição de corpos seminus, ainda vivemos sob o julgo hipócrita de defensores dos valores femininos, emancipação e tudo mais. A bem da verdade, a mulher tem tanto direito quanto o homem hoje. Pode beliscar uma bunda marota, olhar com saliência aquele cara ali, falar sacanagem e tudo mais. Isso não é novidade para ninguém. Por outro lado, atreva-se a chamar aquela menina de mini saia, biquini, cabelos molhados e óculos escuros enormes de gostosa. Um olhar reprovador e talvez uma reação adversa com certeza irá privá-lo de qualquer possibilidade de coito, ou coisa parecida.

Micareta, BBB, uma prima, revista de mulher pelada na banca de jornal, comercial de cerveja, qualquer programa de auditório, filme de ação, canais de sacanagem, sua vizinha, aeroportos no Sul do Brasil… sem pensar muito, tem mulher gostosa para tudo quanto é lado. Viagra nada! Basta abrir os olhos e ver um mundo de sacanagem a um palmo do seu nariz. Ser homem hoje em dia às vezes é uma foda. Heterossexualismo está em extinção, a onda agora é ser aberto? Não, obrigado. Nem fudendo!

Discorda? Comente aqui ou reclame com o dono deste post.

#Texto publicado originalmente no Suspensa.info

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s