riodejaneiro

RIO DE JANEIRO

Aqui não terá imagens de carro pegando fogo na Linha Vermelha, policial baleado, bandido correndo de tiro, população carioca em pânico nem cidadão alvejado na bunda. A idéia aqui é espalhar a boa nova, ou rezar bastante para que não só o Rio de Janeiro volte a normalidade como a ordem seja instaurada em todo o país, porque no final não é só o carioca que perde com tudo isso, mas toda uma nação.

De fato a cidade não anda bem das pernas nos últimos dias, mas o trabalho para mudar isto tudo está em andamento. Autoridades não se omitiram ao confronto, demonstraram força necessária e o carioca está fazendo sua parte, enaltecendo sua cidade. Tão grave quanto a violência desencadeada, terror da população que estava próximo do confronto e as inevitáveis perdas que a cidade teve nestes últimos dias, são os boatos que disseminam exatamente o sentimento que a bandidagem quer disseminar.

Trata se de um problema de cunho nacional, de todo um país. As armas e drogas que chegam no Rio de Janeiro passam pelas nossas fronteiras. São nestes limites que nosso exército deve atuar. Polícia cuida do bem estar do cidadão, mas a ajuda do Governo Federal veio em tempo e dará a demonstração de força necessária para restaurar a ordem em todo município.

Embora seja um problema sintomático, fruto de uma série de fatores, o trabalho está sendo feito. O Brasil se caracteriza muito mais pela reação que pelo trabalho sobre as reais causas de todo problema social e econômico. Desde que a capital federal do país foi transferida para Brasília por Juscelino, o Rio de Janeiro perdeu sua importância e devida atenção. Acabou relegado a um centro turístico, ainda um porta voz da nação, porque quando se pensa em Brasil o Rio de Janeiro aparece em destaque. Daí, toda e qualquer coisa que acontece na cidade ganha uma proporção muito maior do que parece. Às vezes isso é bom, às vezes muito ruim.



Enquanto tivermos o samba, bem, teremos o samba.

Leia também:
MUSSA, O MITO
MUSSUM ARMANDO UMA PINDURETA

4 pensamentos sobre “RIO DE JANEIRO

  1. O mérito da polícia especializada tática é evidente, inclusivo a mudança do discurso fascista de poucos anos atrás. Mas a PM é uma instituição podre, o q compromete política de longo prazo.
    O Rio de Janeiro ainda se considera um pólo nacional. Mas não é. Sua decadência econômica atravessa o último século e continua nesse. É das piores educações e saúde do país. A cidade é segregadora. Enaltecer a cidade é importante, mas esse lance de q só qm pode falar mal da cidade é o morador é um erro.
    Não adianta a indignação de adultos se seus jovens idolatram os criminosos.
    É hora de pressão social, de dizer q ações paliativas não são suficientes.
    Como disse no twitter, amo o Rio e por isso o odeio.
    Mantenha a letra, velho.
    Abraço.

  2. Pingback: O RIO VAI VENCER |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s